egídio mariano

Professor, pesquisador independente e editor de artesfatos.com

aPRESENTAÇÃO

Olá, como vai você? Tudo bem? 

Sou Egídio Mariano, professor, pesquisador independente e editor de artesfatos.com, site que tenho especial satisfação de trazer a público como seu criador de conteúdo e editor de pesquisa dirigida. 

Sou uma pessoa que realmente gosta do mundo da comunicação digital, da maneira como algo chega a ser compartilhado como cultura comum a um bem maior e, sinceramente, sinto prazer em oferecer conteúdo que acrescenta conhecimento a nossa história.

Pois como nascemos “seres humanos”? Quais são os eventos que podem ter alterado o curso da história humana? Seus exemplos divisores, como a Revolução Agrícola que foi tão determinante às civilizações e à vida moderna? Quais impactos do uso da roda para locomoção humana pelo habitat?

Hoje preparo um curso abordando a Arte Rupestre e o registro pictográfico com suas formas de expressar sentidos às interpretações futuras tais como o foram os hieróglifos do Antigo Egito para o mundo dos vivos a partir do mundo dos mortos, por uma metodologia de jornada feita por conteúdos digitais a desenvolver estudos a partir de fontes bibliográficas sobre as formas de expressão tecnológicas no decorrer de doze mil anos. 

COSMOS

Cosmonauta

Você gostaria de saber a respeito de uma capacidade primitiva que concedeu ao ser humano um aspecto quase divino na criação? Somos seres plurais em um cosmo criativo em que um conhecimento é suporte a um novo conhecimento pelo modo com que tradições ancestrais legaram, ao futuro, as suas vivências, fazendo da arte de contar histórias e da experiência da narrativa de se fazer escolhas tanto uma vida mística quanto um processo de jornada pessoal e intransferível em que a tecnologia é, enfim e ao mesmo tempo, um meio de arte e reflexo de um tema vivencial.

Estou, por isso, criando um curso dedicado a uma compreensão de tecnologia como uma ferramenta criativa voltada aos objetos de interações humanas. Você pode se somar à jornada, tornando-se, também, um cosmonauta nessa que é uma viagem pelos confins dos conhecimentos, observando um curso da história relacionada à arte técnica da escrita e uma pré-história da escrita nos mais diversos aspectos culturais que permanecerem como vestígios de artefatos de habitats e de crenças que, hoje, nos servem de fontes de informações para se construir um melhor conhecimento.

Você pode fazer comentários ao fim dessa página caso queira compartilhar alguma opinião a respeito de sua experiência de leitura.

Em Título Especial “Servo no lugar da Verdade” procuro sintetizar o que é o objeto de minha pesquisa que abre a sequência de postagens onde encontraremos o tema e o método:

Sobre o espaço místico egípcio, objeto da crença, em As cidades há 3500 anos atrás,

Sobre o Método, forma de se entender [forma-pensamento] em A Esfera,

Abordo alguns aspectos históricos em Göbekli Tepe, monumentos para um modo de vida em extinção.

Outros aspectos conceituais em TEORIA DE CONHECIMENTOS, Estados de paradoxos

 
Para apresentar um preâmbulo para o curso em A arte mística egípcia
E um conteúdo primeiro a respeito do tema em Os ponteiros do relógio

MÓDULO 01

Curso "Magia, Arte e História"

pERÍODOS ABORDADOS

40000 a.C.

Co-ígneo e a Revolução Cognitiva

Vamos tratar das origens do termo Conceito de Tecnologia e também do que representa um determinado sentido de desenvolvimento tecnológico ao observarmos as capacidades de transformações humanas por meio de seu ambiente; e a razão do pensar como reflexão sobre o meio, constituindo-se uma evolução cognitiva humana

A capacidade de abstração e de memória cerebral humana de combinar informações em conjuntos sem precedentes de conhecimentos, o co-ligar imaginário que extrapola a realidade ambiental biológica e, assim, cria a cooperação baseada em uma ideia, em uma ficção.

 

 

No decorrer do tempo que se constrói à compreensão de que existimos como espécie humana há pelo menos 200 mil anos, pode-se observar características comuns quanto A uma gama de capacidades inatas para a sua sobrevivência em um habitat. Entre elas, o desenvolvimento intelectual de interpretar de situações problemas buscando, com isso, satisfazer necessidades que estão no eixo principal da percepção humana, sua constituição biológica.

12000 a.C.

Dos padrões às civilizações

Nos primeiros tópicos a ideia de uma formação dada à consciência humana de espaço e de sua representação nesse espaço, sem exigir uma interpretação mais rigorosa quanto ao conceito de consciência, quando, na verdade, lidamos com a realidade ambiental por meio de um processo de desenvolvimento de percepção humana que está além da sensorial e motora, e especificamente, está no seio da cultura que condiciona a interpretação, sujeita essa última às condições de produção de um sentido à comunicação, algo que ganha aspectos de determinadas condutas num campo comportamental e subjetivo à sociedade.

A arte epigráfica

As tecnologias desenvolvidas a partir dessa compreensão do espaço e do ambiente, transformado pela vontade humana, são alguns dos comportamentos característicos com significados atribuídos pela percepção do que é conhecimento e como esse se organiza enquanto sistemas de representações. As representações que são determinadas funções interpretadas por uma ideia de consciência de objeto, é, na verdade, uma “ação consciente de ser um modo de interpretar sua realidade simbólica, abstrata, interagindo dentro da mesma.

MÓDULO 01

Curso "Magia, Arte e História"

contato

Vera Nice Ribeiro

Revisora Histórica
contato@anabalesca.com

Egídio Mariano Nascimento

Autor e Editor
contato@artesfatos.com

Entre em contato conosco

Nós gostaríamos de ter sua opinião sobre nosso conteúdo. Por favor, envie-nos uma mensagem preenchendo o formulário abaixo e nós entraremos em contato com você em breve.

Pré-nome